capela-theotokos-obra-missionaria-raymundo-lopes
 
História da Capela Theotókos

ana-maria-cerimonia-de-sao-bento-29-11-2011

É uma extensão da residência dos Missionários Antônio e Maria do Carmo Ageu.

Aqui os Missionários reúnem-se toda terça-feira, das 19:30 às 21:00horas, para o Momento Missionário diante o Santíssimo Sacramento, composto de orações e da Cerimônia de Purificação de São Bento (simplificada).

Com área de 60m2, capacidade para 60 cadeiras e acesso externo, constituiu-se de um salão com altar-mor em mármore Marta Rocha, com dois anjos adoradores; um anexo para coro com órgão eletrônico e um serviço de som com microfone;uma capelinha do Santíssimo, com Sacrário dourado fixado na parede e um lampadário externo a luz elétrica, aceso permanente. Possui também: um baldaquino em metal dourado, de aproximadamente 1metro de altura;uma custódia em estilo barroco, do início do século XX, medindo 50 cm, para hóstia de tamanho médio; uma âmbula dourada, com tampa;uma teca dourada para hóstia de tamanho médio; credencia e paramentos completos para celebração Eucarística.

 

Desde 1995 é celebrada Missa nesta Capela. A partir de 10/06/2004 (Corpus Chisti), ela foi oficialmente designada “Paróquia provisória do bairro Mangabeiras” até que fosse construída uma igreja no bairro. Isto se deu por decisão do Pe. Natanael de Morais Campos, Vigário Forâneo da Farania Santa Efigênia, pároco da Paróquia São João Evangelista e membro do Colégio de Consultores da Arquidiocese de Belo Horizonte, atendendo à necessidade de mudanças de local. O Santíssimo foi então levado e entronizado pelo Pe. Natanael e Frei Feliciano, acompanhados da comunidade local, da residência onde se encontrava para esta Capela, sendo ali celebradas Missa com preceito dominical. Assim passou a ser feito todas quinta-feira, como se fazia antes nos locais onde esteve com este fim.

Sempre presentes, 8 ministros da Eucaristia, com investidura nas seguintes paróquias: Sagrada Família, bairro Havaí - Daniel e Giselda; Basílica de Lourdes,centro - Ildeu e Brandina;Nossa Senhora do Pilar - Vital e Celeste; Santa Tereza - Gilmar; São Judas Tadeu - Raimundo Nonato.

Sacrário da Capela Teotókos

Santíssimo nas Capelas Missionárias

A presença  do Santíssimo Sacramento nas duas Capelas é imprescindível à continuidade da prática espiritual dos Missionários, estabelecida desde do início, que tem Sua adoração a expressão maior da devoção missionária, e que neste ano se reveste de particular importância por ser o Ano da Eucaristia, instituído por nosso saudoso Santo Padre João Paulo II, em cujo documento encomenda às dioceses: (aumentar a adoração perpétua do Santíssimo Sacramento) e, por último, o texto se dirige às associações, movimentos e  confraternidades para explicar-lhes que o Ano da Eucaristia é um chamado a refletir, verificar, interiorizar e eventualmente atualizar seus estatutos tradicionais.

Acrescenta ainda: é um estímulo para dedicar mais tempo à adoração Eucarística, envolvendo também outras pessoas em uma espécie de ‘apostolado eucarístico”.

Sua presença também se faz importante face almejada concretização da instituição Missionária da Divina Eucaristia que, juntamente que com os Missionários do Coração Imaculado, comparo a Obra Missionária, tendo por objetivo suscitar, especialmente entre os jovens, vocações sacerdotais e consagradas fiéis à doutrina de cristo.

Venha conhecer já, está maravilhosa Capela Missionária. Rua Ribeiro Junqueira, 160 - Bairro Mangabeiras -

Belo Horizonte - MG.

2007 @ Todos direitos reservados para o SIM-Serviço de Informação Mariana