mensagem-de-nossa-senhora-raymundo-lopes

Procurem viver as palavras de Jesus e as minhas

Terça-feira, 28 de novembro de 1995

Ouço dizer em toda a terra: se quem lhes fala é Maria, que faça então um grande milagre, para que acreditemos.
Ao invés de criarem polêmicas desnecessárias, por que não procuram estudar Minhas palavras, alicerçados no que Jesus ensinou e nas conversões em todo o mundo, que delas provêm?
Ao ser erguido na cruz, meu Filho, vítima do poder reinante, para que fizesse uma demonstração do Seu poder, também escutou: “Se és o Cristo, desce daí!” 
Estendam o olhar à história de minhas visitas à terra, e perceberão que todas foram e continuam sendo, até hoje, vítimas da incredulidade.
Meus filhos amados, não prometo prodígios que possam sa-tisfazer o ego materializante, enraizado na humanidade. Tenham paciência e procurem viver as palavras de Jesus e as minhas. Encontrarão nelas o bálsamo reconfortante da promessa do Cristo Jesus a quem nele confiou, na agonia da cruz, a seu lado:
“Hoje mesmo estarás comigo, no Paraíso.”
Não se deixem envolver em discussões desnecessárias, cujo intuito é entretê-los com coisas desprovidas de conteúdo.
Eu estou ao lado de vocês, acima de qualquer conceito teológico movido pela razão, para explicar o que faço na terra. Eu os conclamo a formarem uma muralha que os proteja da incredulidade, para que possam ser dignos das promessas do Cristo, escarnecido pelos príncipes dos sacerdotes, ao pé da cruz.

Obrigada por terem atendido a Meu chamado.

Aperte o play abaixo e escute a Mensagem de Nossa Senhora

Comentário:

Nossa Senhora, além de nos lembrar que a misericórdia de Deus é tão grande, a ponto de perdoar os pecados de um ladrão, crucificado a Seu lado, pede que não percamos tempo em discussões supérfluas, capazes apenas de nos arrastar à dispersão. Ela pede nosso endosso às suas palavras, a fim de podermos transformar o mundo pela conversão, e a não darmos demasiada aten-ção a conceitos teológicos sem conteúdo, para questionar suas aparições.

2007 @ Todos direitos reservados para o SIM-Serviço de Informação Mariana