oracoes-da-obra-missionaria

Cardeal comenta evento que reunirá autistas com o Papa

Santo Padre se reunirá neste sábado, 22, com associações, autistas e
seus familiares em momento de oração e testemunhos

Cardeal comenta evento que reunirá autistas com o Papa

A partir desta quinta-feira, 20, até sábado, 22, o Vaticano promove o encontro “A pessoa com transtornos do espectro do autismo: animar a esperança”. São 650 convidados de 57 países que participarão do congresso, e o Papa Francisco terá pela primeira vez um encontro oficial com os autistas.

Ao apresentar o evento em coletiva, o Presidente do Pontifício Conselho da Pastoral da Saúde, Arcebispo polonês Zygmunt Zimowski, explicou à imprensa que “será uma grande oportunidade porque reunirá importantes cientistas. Não é suficiente o médico, o psicólogo ou o terapeuta, mas toda a sociedade deve se unir neste percurso”.

O Transtorno do Espectro Autista (TEA), é um distúrbio neurocomportamental também chamado de síndrome de Kanner, tem origem multifatorial, se manifesta principalmente nos três primeiros anos de vida e perdura por toda a vida. Afeta pouco mais de 1% das crianças.

Para Dom Zimowski, por ser uma síndrome que não atinge somente a criança afetada, mas toda a família, é preciso sensibilizar não somente o mundo científico, mas também as famílias atingidas e a sociedade, que por vezes estigmatizam esta síndrome.

O Arcebispo adiantou que o congresso se concluirá com uma mensagem final às dioceses e à comunidade internacional, à Organização Mundial da Saúde e aos institutos de saúde.

O Papa Francisco participará do encontro sábado, 22. “Será um momento de orações e testemunhos com as pessoas afetadas, suas famílias e as associações”, disse ainda o Arcebispo.

De maneira informal, o Papa recebeu uma bicicleta realizada por autistas em março deste ano.

Fonte do site Canção Nova.

2007 @ Todos direitos reservados para o SIM-Serviço de Informação Mariana