Obra Missionária

Os Dias da Grande Purificação Despontam no Horizonte

 

Os dias da grande Purificação despontam no horizonte

 

Palestras com Raymundo e Francisco Lembi

Encantado - RS - 14 e 15 de agosto de 2015

 

 

“Jesus, permite que eu firme na fé e, confiante na Tua volta amorosa e na intercessão do Imaculado Coração de Maria, possa oferecer todos os meus dias para a conversão dos pecadores.” (diálogo de 17/03/1992)

Sinto a voz de Yeshua que me chama

Preocupa-me muito que entendas essas coisas muito bem, pois estamos no limiar da presença de Yeshua entre vocês e me dou conta que vou deixar-te com minha assistência.
Achas que perdi as rédeas do pensamento lógico durante todos estes anos desde que fui levada aos Céus? Noto que Cristo está aqui na terra, e também na Eucaristia, em todos aqueles que necessitam de ajuda e agora, que já sinto a voz de Yeshua que me chama do alto e me reclama a seu lado.
Breve, temo deixar-te passando dificuldade sem meu amparo. Estarei com Yeshua, assim não estarei contigo na terra, por mais que eu vele por ti daqui do Céu.
Em cada ser humano que chora estará Yeshua, e, queiras ou não, não esqueças sobretudo dos que dizem que me amam, porque, se quiseres fazer algo por mim, eu pediria que fizesses por Yeshua.
Se me amas, deixa-me ocupar teu lugar para que eu, através de ti, possa continuar ao lado de Cristo.
Se me amas, ajuda as pessoas, socorre-as tão-somente dedicando suas falas, e rezem por eles, porque eles precisam muito.
Não tenho mais nada a dizer, este é meu testemunho à tua fala, porque pressinto que meu tempo está no fim.
Asseguro-te que continuarei velando por todos aqueles que te escutam, junto a Yeshua, como fiz até agora.
Repito, se queres contentar-me em alguma coisa, junta as pessoas unidas em torno da Igreja e trata todos que sofrem. Eu estarei com Yeshua, porque Ele precisa de mim.
Não esqueças que Yeshua te ama, é um coração amante que necessita receber amor, porque só sabe fornecer amor.

Miryam
Vila Del Rey, sexta-feira, 29 de maio de 2015, ± 9 horas.

 

Os Embaixadores de Yeshua

Eu estava preocupado com o afastamento de Miryam, porque Ela tinha prometido dar assistência ao retorno de Yeshua.
Neste dia (04/06/2015) vi os três “meninos” (anjinhos) assentados na cadeira da Capela Magnificat, quando então me disseram:

Somos os Embaixadores de Yeshua entre vocês, e autorizados a usar da palavra para expor Sua vontade.
Miryam está sendo resgatada para unir forças a Yeshua no sentido de que seja recuperado o seu retorno, mas isso não deseja ficar claro que te abandonará.
A Bela Senhora está vigilante através de nós, para te fornecer assistência, isto significa que continuará seu empenho a preparar o caminho de volta de Yeshua.
Yeshua ama a Belo Senhora, e Ela e Ele te amam e não te deixarão ficar só nesta empreitada tão importante.

Raymundo Lopes
Vila Del Rey, 06 de junho de 2015 – 9:30 horas, aproximadamente. 

 

Um momento crucial e doloroso para a Igreja

(…)
– O que estava previsto, em Garabandal, para Marcos (evangelista - 25/04), pela vontade do bom Deus foi protelado, (…)
– Desculpe-me, Senhora, não sei muita coisa sobre isto. Sei apenas que prometeu um Aviso* e um Milagre em Garabandal.
– Sim, prometi pela vontade do Senhor bom Deus. (…)
– Senhora, em que consiste o Aviso de Garabandal, de que está falando? (…)
Nossa Senhora então continuou:
– O Aviso de Garabandal é produto do pecado de vocês, (…) Isto provocará no coração das pessoas, independente de credo ou cultura, um pavor enorme, difícil de ser descrito. Muitos não o suportarão e darão cabo de suas vidas, enquanto outros irão suportá-lo com paciência. (…) Faça o que lhe peço e tudo isto será atenuado, para que a Igreja tenha a força para continuar lutando contra o negro dragão que ronda a cúpula de Pedro.
Dizendo isto, senti que Nossa Senhora tinha ido embora. Fiquei algum tempo na sala, procurando entender tudo aquilo, do qual decidi guardar reserva.
No dia 18, encontrava-me com o Pe. Rubem e o Francisco Lembi, no SIM, quando vi que eles discutiam sobre o Aviso de Garabandal. Não aguentei, entrei na conversa e procurei esclarecer a questão. À noite, rezando na Capela Magnificat, arrependido por ter falado sobre o assunto, perguntei a Jesus se deveria escrever o que sabia a respeito. Foi quando O escutei: “Por que esconde o que lhe foi revelado por minha muitas vezes santa Mãe?”
Foi o sinal de que eu precisava para escrever, sem me preocupar com as retaliações que, com certeza, haveriam de vir daqueles que não acreditam em mim.

* Aviso:
Atuará como uma revelação de nossos pecados… Será como uma purificação… O Senhor o enviará para nos purificar… Será uma correção da consciência do mundo…”(esclarecimentos dados por Conchita, vidente de Garabandal - retirado do livro Garabandal, de Olivo Cesca - 3ª edição - pág. 151).

Complemento às declarações de Conchita, fornecidas por Jacinta: O Aviso será de muito curta duração, alguns minutos; mas esse pouco de tempo se nos tornará tremendamente longo, pela dor que nos causará… Virá sobre nós como um fogo do céu, que repercutirá profundamente no interior de cada um. À sua luz veremos com toda a clareza o estado da nossa consciência, vivenciaremos o que significa perder a Deus, sentiremos a ação purificante de uma chama abrasadora. Resumindo, será como passar pelo Juízo Particular ainda em vida, na intimidade de cada um… Será para o bem de nossas almas, e então sentiremos grande amor por Deus e pediremos perdão pelos nossos pecados.” (pág. 101/103 e 106)

Final de Milênio I
(…) No ano da Terra de 1917, falei à pequena pastora Lúcia de coisas hoje conhecidas por vocês. Fiz conhecer também um assunto que pedi que o mantivesse em segredo e fosse revelado somente após o ano da Terra de 1960. São acontecimentos que, somente após esta data, seria conveniente serem levados a público. Lúcia os redigiu anos depois, para que, cumprindo pedido meu, fosse oficiosamente entregue ao Papa que estivesse no comando da Igreja. Seus membros deveriam conscientizar-se dos momentos perigosos, quando a força de Satanás estivesse liberada entre eles, no período que compreendesse 1960 a 2015, e pedir a Deus sua divina intervenção. Caso contrário, se isso não fosse feito, Eu retomaria o assunto de minhas aparições, utilizando de todos os meios, para uma conscientização e uma mobilização leiga, que pudesse atenuar este degradante processo porque, por vontade de Deus, no fim destes tempos, o meu Coração Imaculado deverá triunfar. Alertei para o fato de que a Igreja de Cristo estaria, próximo do término deste milênio, susceptível a toda sorte de desgastes morais e financeiros e que, devido a isto, seus alicerces seriam abalados pela ganância e interesses pessoais de líderes leigos, bispos, arcebispos e cardeais. Uma tecnologia maligna dominaria o mundo, e os líderes religiosos seriam arrebanhados como doces ovelhas, iludidos pelo brilho efêmero de suas luzes, a seguirem o falso pastor,que os enganaria com promessas vãs, sem consistência espiritual e moral. O coração da Igreja de Cristo seria invadido pela ciência sem Deus e por uma tecnologia comandada pelo Diabo. O descrédito diante dos dogmas causaria uma devastação sem precedentes em sua doutrina. E tudo isto aconteceria sutilmente, em seus bastidores, como um câncer a corroer todo o corpo da Igreja, comprometendo o seu organismo espiritual quando, no futuro, a razão sobrepujaria a fé. Medjugorje é, para mim, a intenção de salvar um povo em guerra e dar ao mundo um modelo de paróquia voltada à evangelização pelo amor. Mas, mesmo lá, sentirei no final o gosto amargo da traição ditada por interesses mundanos.

Final de Milênio II
“Vocês estão passando por momentos de grande expectativa, neste final de milênio, e como o mal está instalado no mundo, numa época em que tudo é permitido, dão trela a Satanás, para que confunda suas mentes, e isto está acontecendo com minhas mensagens, nestes últimos tempos. Este é o grande trunfo do demônio: colocar a confusão, para depois instalar o descrédito. Por isso, Jesus pediu para que dessem atenção a Daniel. (…) – Só tenho medo de não poder convencer as pessoas. Aí como faço? – Diga apenas a verdade. Entretanto, lhe asseguro que o triunfo dela somente se dará depois que você estiver com Jesus e comigo. O que desejo de você é somente coragem para dizer, sem medo, com a maior firmeza possível, tudo que vou lhe relatar. Vejo aproximar-se no horizonte a grande nuvem da desolação, e toda a terra tremerá, pois o braço do Senhor, nosso Deus, baixará sobre o mundo para purificá-lo.
– Quando acontecerá isto, Senhora?
– No seu tempo. Muito em breve o assento de Pedro estará a descoberto, quando então terão início todos esses acontecimentos. Vocês, católicos, verão dias terríveis nascerem no horizonte. Por 1260 dias da Terra, estará aceso em Jerusalém o candelabro de duas velas, único pilar da defesa da fé na Igreja. O nome de Jesus não terá nenhum valor na terra, as Missas serão substituídas por uma simples e simbólica representação da última Ceia, e uma terrível apostasia tomará lugar de destaque no seio da Igreja. Cada um de vocês, durante três dias, sentirá dentro da alma a sensação do afastamento do Senhor. Durante esses dias, nada dentro de vocês fluirá, nada verão do sol a iluminá-los, porque uma densa e pesada atmosfera estará a envolvê-los. Isto se dará independente de credo ou cultura, porque o Deus Criador de todas as coisas assim o deseja. Serão três dias de completa escuridão na alma de vocês. Antes disso, porém, o grande sinal será dado pelo Altíssimo, levando-os a uma profunda e dolorosa reflexão sobre todos os pecados cometidos, para que possam, purificados, entender o porquê dessas trevas da alma, e saírem dela prontos para encontrarem e identificarem a verdadeira luz de Cristo Jesus, durante as trevas da alma. Assim Deus o quer, assim se dará! Entretanto, peço que não temam, porque estarei a guiá-los, pois este continente está sob minha proteção materna. Estejam preparados, porque esse dia, individualizado a cada um de vocês, somente Deus o sabe. Um quarto do seu planeta sentirá a força do Senhor. (…) E isto se dará independente do credo ou cultura existentes na terra. Vocês mudarão a terra, porque estarão mudados. Uma nova consciência tomará conta do mundo, totalmente direcionada a Deus, sem a influência maléfica de Satanás, porque o Sagrado Coração de Jesus e o meu Imaculado Coração estarão triunfantes. Vocês tomarão consciência do grande mal que Lúcifer fez à terra e ele, desterrado do coração de vocês, será finalmente precipitado no Inferno, com todos os seus anjos.” – A Senhora estará conosco durante esses dias ou esses tempos? A Virgem respondeu com um olhar muito triste e pausadamente: “– Por um breve espaço do seu tempo, não mais me verão e nem terão a minha companhia, porque o meu tempo se aproxima e se completa. Sob a guarda dos Anjos do Senhor, estarei num local seguro, até que esses abomináveis dias se completem. Por três marcas do seu tempo, mais a metade de uma marca, estarei longe do ataque feroz da grande besta, protegida pela força poderosa do Criador de todas as coisas. Somente me foi permitido assisti-los nos dias da purificação e trevas da alma, que antecederão a minha ausência.”
– Senhora, me disseram que a Senhora e as profecias falam que a Eucaristia será abolida, e que somente alguns sacerdotes leais a Jesus continuarão celebrando as Missas. Onde se dará isso? “– Somente a Rússia, o seu país e uma ínfima parte da terra serão o Sacrário do mundo. Isto Eu disse no ano da Terra de 1917. Deus permitiu que se iniciasse aqui o meu triunfo sobre todas essas coisas. Escute bem o que vou lhe falar sobre isto, e fique atento. Numa noite, marcada pelo número da grande besta, terá início o triunfo do meu Imaculado Coração, assinalado pela presença de minha imagem chegada de um país distante do seu, e isto se dará num curtíssimo período de seu tempo, antes que todas essas coisas tenham início. O restante terá início depois que o Sumo Pontífice (Bento XVI) não mais presidir a Igreja.
– A Senhora me disse que falará comigo até 1997. Posso confirmar isto às pessoas?
– Minhas visitas à Terra se completarão em duas marcasVocê me verá até que essas marcas se completemEstou apagando em toda a Terra as luzes de minha presença e, antes que se completem as marcas desse tempo, estarei falando apenas com você. (…) Continuarão sendo dadas mensagens ao mundo que não serão minhas, mas assim Deus o quer.
Eu, surpreso com as palavras da Virgem, disse o seguinte:
– Nossa Senhora, por favor, não faça isto. Por que então não faz o contrário? Fale com os que são mais importantes. Eu gosto muito da Senhora, mas não vou poder segurar essa barra, porque não acreditarão em mim.
– Eles não acreditarão. Continuarão sendo dadas mensagens ao mundo que não serão minhas, mas assim Deus o quer. (…) A terra será mudada, porque o homem será mudado. Jesus voltará, enfim, a viver entre vocês, porque todos vocês O verão na glória do Altíssimo, porque a glória do Altíssimo estará vivendo em vocês, isentos do pecado.”

Final de Milênio III
(…) Jesus falou com voz grave, firme, pausada, mas, ao mesmo tempo, suave e tranquila:
– Raymundo, permiti que, por um período da Terra, minha Mãe viesse até você, para lhe entregar uma importante missão. Suas palavras deverão ser colocadas em público, e desse público respeitarei o discernimento para entendê-las, acreditar nelas e colocá-las em prática ou não. A muitos, o alerta pelo perigo que corre a humanidade foi dado. (…) Entreguei nas mãos de minha Mãe o destino da Obra Missionária em seu continente, e entrego agora aos que perseveram a seu lado a missão de levar em frente o que foi mostrado por Ela, através de você. Não poderei obrigá-los; entretanto, alerto-os de que estará nas mãos desta geração a salvação de milhares de almas na América Latina. A minha Igreja está à porta do grande desafio para o terceiro milênio. Não se iludam, porque a luta contra o grande mal da apostasia será dura e acompanhada de muitas dores. Se não for tomada uma providência urgente no caminho da espiritualização e da conversão, será terrível o resultado de tanto desmando e negligência às minhas palavras. Breve, Wojtyla estará comigo. Depois, nas águas tempestuosas, com o vento ao contrário, estarei a caminho do encontro com minha Igreja. Darei a mão a todos que me reconhecerem e caminharem ao meu encontro, independente de credo ou cultura.
Depois, dirigindo-se a todos:
– É necessário que se unam e se entendam, porque um reino dividido torna-se presa fácil ao inimigo. Uma grande dor está reservada ao Oriente e grande parte da Europa. Minha Mãe deseja proteger este continente, e Eu realizarei seus desejos se vocês viverem suas mensagens. Minha Casa encontra-se dividida e infestada, tomada por uma maçonaria eclesiástica sem precedentes, cujo intuito é desacreditar os dogmas de minha Igreja e afastar vocês de Mim. Meus Sacrários estão violados por mãos impuras, e minhas palavras desvirtuadas para atender a interesses sociais pecaminosos. Desejo realizar o que me pede minha Mãe, para que o seu país seja a minha morada, e este continente celeiro espiritual para toda a humanidade, no milênio que se aproxima. Convertam-se com urgência; caso contrário, o nascer para esta graça será realizado através de grandes dores. Esperam-se prodígios neste local. Eu abomino esta humanidade ávida de sinais físicos para acreditar. Vocês estão agindo somente sob o impulso da razão. Os olhos da matéria percebem a matéria. Os olhos do espírito percebem o espírito. Desenvolvam os olhos do espírito, que verão as coisas do espírito. Permiti muitos sinais, com a vinda de minha Mãe à Terra, mas agora desejo que os milagres sejam realizados no íntimo de cada um de vocês, para estarem preparados em espírito para o que há de vir. Façam vocês mesmos os milagres e prodígios, reforçados e amparados no meu Nome, numa incondicional escolha às coisas do Céu. Tenham fé! A minha Igreja caminhará para o futuro, trôpega e vacilante, diante do desafio de uma renovação ditada pelo materialismo, e os seus dogmas cairão por terra, um a um, frente a uma ciência em contramão com o divino, se não for tomada agora uma posição que estanque este processo. Minha Mãe deu o caminho para que a Igreja da América Latina não se manche por esta nódoa. Entretanto, isto somente será viável se levarem em conta o que lhes foi passado. (…)
Depois, Nossa Senhora falou a Raymundo:
– Como já lhe esclareci, por determinação de Deus, deverei estar ausente de minhas manifestações por três marcas e meia do seu tempo, quando não serei vista na terra. Porém, continuarei a ajudá-los. Entretanto, somente você, em toda a terra, estará proclamando isto. Deus deseja com isto fazer na terra uma grande prova de discernimento, para que, com a ajuda do Espírito Santo, possa a humanidade distinguir onde se aloja a nódoa da mistificação ou a presença do demônio confundindo sua mente, com visões e sinais enganosos. Esta será a sua grande e dura prova por demais penosa. Mas isto é imprescindível para que domine a razão amparada pelo divino, e não o divino mascarado por interesses contrários à verdade. (…)
– Senhora, sempre me perguntam sobre os três dias de trevas. Eles virão como dizem?
– Aqueles que não seguirem os ensinamentos de Jesus e não viverem as minhas mensagens, deixando o espírito inteiramente entregue à prática do amor fraterno, breve, muito em breve, começarão a sentir na alma o abandono do Céu.
– Mas eles acreditam que seria agora, pois a Senhora me disse que estaria conosco nestes dias, e agora está se afastando. Como explico isto a eles?
– Estarei afastada de minhas manifestações, mas não estarei afastada de vocês. Entretanto, estão próximos os dias em que, até nestes momentos, terei de os deixar.
– Que momentos são estes, Senhora? 
– Nos abomináveis dias que se aproximam, a luxúria e a soberba tomarão conta da terra, numa proporção assustadora. Os demônios estarão em toda parte, como hoje estão em seu país (era uma terça-feira de carnaval). Somente aqueles que perseverarem na fé com discernimento, não se deixando enganar por esses demônios em pele de cordeiro, terão diante de si o caminho ditado por Jesus para encontrarem a Luz de Deus. O progresso está tomando o caminho da construção de um futuro calcado na razão, que inexoravelmente esbarrará no abismo do materialismo, portanto, sem continuidade. Breve, muito breve, a ciência estará impotente diante da barreira do inexplicável. Então o caos se instalará. No início, o homem pecou pela soberba, induzido pelo Diabo, procurando as respostas das coisas pelo caminho da razão. Agora a humanidade procura ávida o conhecimento, seguindo o mesmo caminho. Deus irá intervir, mostrando o caminho certo. Entretanto, isto se dará entre dores e muitas lágrimas. O bafo fétido de uma terceira e derradeira guerra está a caminho, e somente as orações e a conscientização da Igreja, depositária real da fé, poderão atenuar a concretização desse conflito universal.
– Como pode ela  fazer isto? Somente rezando?
– Não. Fazendo germinar em seu seio a semente do desprendimento sobre as coisas da matéria, e colocando em prática o Evangelho.
– Mas a Senhora não irá nos ajudar?
– Determinado por Deus, devo protegê-los. Entretanto, necessito alertá-los que de nada adiantará minha mediação, se não encontrar entre vocês receptividade às minhas mensagens.
E Jesus voltou a falar:
(…) O Céu não lhe pede que os convença, mas que apenas fale. Entretanto, peço a todos que não critiquem a minha Igreja, conforme minha Mãe tantas vezes lhe ensinou e orientou. Ao invés disso, procurem todos ficar com o olhar fixo na Igreja celeste, onde habita o Espírito Santo, e procurem ajudar o quanto puderem a Igreja humana. Não se preocupe com o que falam de você, não procure o reconhecimento na terra, una-se ao Céu. É isto que importa. Desejo derramar a minha misericórdia em todos os que continuarem a frequentar a Basílica dedicada ao nome santo de minha Mãe, nas terças-feiras.
Depois que Jesus falou, perguntei a Maria Santíssima:
– E os missionários, como devo agir agora com eles?
– Jesus e Eu o estaremos assistindo. Quanto ao Grupo, deverão todos viver as minhas mensagens, fazendo o possível para que sejam divulgadas, em toda a América Latina. Isto é urgente, porque o tempo determinado por Deus está se esgotando.
– Senhor Jesus, estarás conosco nos ajudando?
– Eu nunca os abandonei. Entretanto, se seguirem o que minha Mãe lhes ensinou, sentirão minha presença. Você, particularmente, terá minhas visitas, para que não esmoreça em sua missão. Desejo que defenda a Eucaristia.
Raymundo Lopes

Comentário:
O afastamento de Nossa Senhora, como se vê nos textos acima, é aquele previsto no Apocalipse e profetizado por Daniel e outros profetas do Antigo Testamento. Serão três anos e meio. Antes desse dia haverá a “purificação” – o “Aviso”, também predito em Garabandal.
Esse afastamento, hoje sabemos, será no aniversário dela, que a Igreja comemora no dia 8 de setembro, e como o “Aviso” virá antes, está portanto a pouco mais de 1 mês. Desta sua proximidade sabemos pelo carinho que Nossa Senhora tem para com os missionários.
As profecias sobre estes tempos que vivemos são de conhecimento público, pois estão na Bíblia: Antigo Testamento – através dos profetas; e Novo Testamento – nos Evangelhos e no Apocalipse, além de terem sido anunciadas por inúmeros videntes de várias partes do mundo. Portanto, é importante estarmos preparados para o que está por acontecer, aliás, devemos estar preparados sempre, pois não sabemos o dia de nossa partida deste mundo. Agora, porém, esta responsabilidade é ainda maior, pois fomos avisados, o dia está muito perto e os ‘sinais dos tempos’ estão claros à nossa volta, não bastasse os alertas de Nossa Senhora.
Melhor maneira de se preparar: fazer uma boa confissão, pois ela atenuará sensivelmente o impacto da purificação; e buscar a Eucaristia (Missa e Comunhão).
Estando a pessoa com Deus, não tem o que temer. Isto será uma graça, uma oportunidade de conversão, para que estejamos aptos a enfrentarmos melhor as coisas que virão. Estamos no final do Apocalipse, final que poderá durar vários anos, como disse Nossa Senhora, e as grandes tribulações virão a passos largos, o mundo mergulhará no caos e a população entrará em pânico. Aqueles que forem previdentes estarão com Deus e poderão, inclusive, ajudar a muitos. Vamos fazer a nossa parte!!!

Francisco Lemb

2007 @ Todos direitos reservados para o SIM-Serviço de Informação Mariana