Obra Missionária

Os dias da Purificação e trevas da alma

Francisco Lembi explica sobre a Purificação

Palestras com Raymundo e Francisco Lembi

Encantado - RS - 14 e 15 de agosto de 2015

 

No dia 11 de fevereiro de 1995, Maria Santíssima revelou a Raymundo Lopes na igreja de São Bento, em Belo Horizonte:

 “Muito em breve o assento de Pedro estará a descoberto, quando então terão início todos esses acontecimentos¹. (...) Cada um de vocês, durante três dias, sentirá dentro da alma a sensação do afastamento do Senhor. Durante esses dias, nada dentro de vocês fluirá, nada verão do sol a iluminá-los, porque uma densa e pesada atmosfera estará a envolvê-los. Isto se dará independente de credo ou cultura, porque o Deus Criador de todas as coisas assim o deseja. Serão três dias de completa escuridão na alma de vocês. Antes disso, porém, o grande sinal será dado pelo Altíssimo, levando-os a uma profunda e dolorosa reflexão sobre todos os pecados cometidos, para que possam, purificados, entender o porquê dessas trevas da alma, e saírem dela prontos para encontrarem e identificarem a verdadeira luz de Cristo Jesus, durante as trevas da alma. Assim Deus o quer, assim se dará! Entretanto, peço que não temam, porque estarei a guiá-los, pois este continente está sob a minha proteção materna”.
Pouco tempo depois, a bela Senhora abordou novamente a grande purificação na mensagem ditada no dia 2 de maio de 1995:

“Meus filhos,
Convertam-se e rezem para que outros o façam, porque o dia da grande purificação desponta no horizonte e atingirá toda a humanidade, independente do credo que praticam.
Estejam unidos para que possam, numa cadeia amorosa, ajudar a todos nessa conversão que tanto peço. Não os quero amedrontados, porque isto não será um castigo, mas uma imensa graça que o Pai Celeste derramará sobre a terra.
Nesse dia vocês verão passar, por um relance diante dos olhos, todas as faltas cometidas contra as Leis de Deus.
Estejam preparados e usem da confissão como o meio eficaz que atenuará enormemente o impacto dessa ação purificadora do Criador.
Somente poderei ajudá-los se quiserem ser ajudados.
Obrigada por terem atendido ao meu chamado”. 

Vale esclarecer que os dias da purificação e trevas da alma não foram revelados exclusivamente nas aparições de Belo Horizonte. Esta predição equivale ao Aviso da trilogia profética (Aviso-Milagre-Castigo) deixada por Nossa Senhora nas aparições de Garabandal, na Espanha. Conchita, a principal vidente de Garabandal, deixou registrado como resposta a um questionário de setembro de 1965: “O Aviso é uma coisa que vem diretamente de Deus. Será visível no mundo inteiro, qualquer que seja o lugar onde alguém se encontre. Será como que a revelação (interior a cada um) dos nossos pecados. Verão e sentirão tanto os crentes quanto os não crentes de todos os países. (...) O Aviso será uma correção de consciência do mundo... O Senhor o enviará para nos purificar, a fim de podermos apreciar melhor o Milagre, pelo qual nos prova claramente o seu amor”. Jacinta, outra das videntes espanholas, disse em fevereiro de 1976: “O Aviso será de muito curta duração, alguns minutos; mas esse pouco de tempo se nos tornará tremendamente longo, pela dor que nos causará... Virá sobre nós como um fogo do céu, que repercutirá profundamente no interior de cada um. À sua luz veremos com toda a clareza o estado de nossa consciência, ‘vivenciaremos’ o que significa perder a Deus, sentiremos a ação purificante de uma chama abrasadora. Em resumo, será como passar pelo juízo particular ainda em vida, na intimidade de cada um”.

Essas são algumas das referências feitas sobre a natureza dos dias da purificação e trevas da alma. De um lado, portanto, se havia menções à natureza deste grande evento, de outro os cristãos não dispunham até agora de informações mais precisas sobre o momento de sua realização. No entanto, a iminência desses acontecimentos solenes foi atestada em revelações dadas recentemente em Belo Horizonte.

Em outro trecho do diálogo de 11 de fevereiro de 1995, Nossa Senhora esclareceu: “Por um breve espaço do seu tempo, não mais me verão e nem terão a minha companhia, porque o meu tempo se aproxima e se completa. Sob a guarda dos Anjos do Senhor, estarei num local seguro, até que esses abomináveis dias se completem. Por três marcas do seu tempo, mais metade de uma marca, estarei longe do ataque feroz da grande besta, protegida pela força poderosa do Criador de todas as coisas². Somente me foi permitido assisti-los nos dias da purificação e trevas da alma, queantecederão a minha ausência”. Em paralelo, Raymundo Lopes divulgou recentemente um diálogo, datado de 29 de maio deste ano, em que Nossa Senhora anuncia seu iminente afastamento de três anos e meio.

Mas enfim, como deve ser a preparação para os momentos solenes que nos aguardam? A própria Nossa Senhora já se antecipou a esta pergunta: “Estejam preparados e usem da confissão como o meio eficaz que atenuará enormemente o impacto dessa ação purificadora do Criador.” Além disso, recomendamos vivamente as práticas e preceitos da piedade cristã, e ainda a oração, sobretudo a do Rosário, em que nos confiamos a Deus pelas mãos delicadas da Santa Virgem, e a participação diária na Eucaristia, por meio da qual temos presença real no Corpo Sacrossanto de Cristo.

A Obra Missionária empenha a sua fé na revelação dos dias de purificação que se aproximam. Se a predição de fato nos garante que haverá dias de trevas na alma, isso é para que todos tenham a oportunidade de entregar-se ao amor luminoso de Cristo e ao amparo imaculado de Maria.

 ¹ Conforme esclarecimentos de Nossa Senhora, o pontificado, como o casamento, não é algo a que se pode simplesmente renunciar. Trata-se de um vínculo indissolúvel, firmado no Céu. A renúncia de Bento XVI, portanto, não desatou o vínculo divino que ainda o conserva como Papa, de modo que o assento de Pedro se encontra hoje “a descoberto”.

 ² Ap 12,1-17.

Missionários do Coração Imaculado

2007 @ Todos direitos reservados para o SIM-Serviço de Informação Mariana