Obra Missionária

Os Dons do Espírito Santo - Temor de Deus

 

Os Dons do Espírito Santo - temor de deus

“A vida moral dos cristãos é sustentada pelos dons do Espírito Santo. Estes são disposições permanentes que tornam o homem dócil para seguir os impulsos do mesmo Espírito. Os sete dons do Espírito Santo são: Sabedoria, Inteligência (ou Entendimento), Conselho, Fortaleza, Ciência, Piedade e Temor de Deus. Em plenitude, pertencem a Cristo, filho de David. Completam e levam à perfeição as virtudes daqueles que os recebem. Tornam os fiéis dóceis na obediência às inspirações divinas.” (Catecismo da Igreja Católica – 1830 e 1831)

Nossa Senhora nos fala sobre os dons do Espírito Santo:
“Os dons do Espírito Santo atuam em vocês de maneira diversa. Todos vocês os têm em grau menor ou maior. Façam uso destes dons. Desenvolva-os em prol da ajuda ao próximo. Agindo assim, estarão mostrando a todos a força vitalizadora de Deus que existe em cada um de vocês.”
“Rezo por vocês, meus queridos mensageiros da verdade, para que façam dos dons do Espírito Santo um escudo protetor contra as ciladas e investidas do demônio.”

“Jesus falou a todos os pecadores, de todas as raças e nações, e sobre todos mandou, em abundância, os dons do Espírito Santo.”

Hoje veremos sobre dom do Temor de Deus

Este é um dom do Espírito Santo que concede à pessoa sentimento de profundo respeito e obediência a Deus. Temor de ofender, de fazer alguma coisa que entristeça o Pai. Assim, mais facilmente se reconhece o perigo do erro e do pecado, bem como a vantagem do bem e do cumprimento do dever.Teme-se por amor, e este amor nos faz cautelosos e nos dá equilíbrio.
Teme a Deus quem procura praticar os seus mandamentos com sinceridade de coração. Como nos diz as Escritura, devemos buscar em primeiro lugar o reino de Deus, e o resto nos será dado por acréscimo. O mundo muitas vezes sufoca e obscurece o coração. Todas as vezes que transigências fizemos às tentações, com certeza desprezamos a Deus Nosso Senhor. Quantas vezes preferimos a causa dos bens miseráveis deste mundo e esquecemo-nos de Deus!? Quantas vezes tememos mais a justiça dos homens do que a justiça de Deus!? Santo Anastácio a este respeito dizia: “A quem devo temer mais, a um homem mortal ou a Deus, por quem foram criadas todas as coisas?” Não esqueçamos de que estamos sempre na presença de Deus, portanto, devemos pedir ao Espírito Santo a graça de estarmos em sintonia diária com os preceitos do Criador.
Por este divino dom, torna-se Deus a pessoa mais importante em nossa vida, onde a alma docemente afasta-se do erro pelo temor em ofendê-lo com o pecado.
O Temor de Deus é um grande dom, pois leva o homem a fazer tudo para não perder a graça de Deus, o Seu amor e a Sua presença. Por isso, o Temor de Deus é o princípio da sabedoria, como diz o salmo.A Bela e Serena Senhora nos fala:
“A maior graça contida no carinho de Deus para com a humanidade provém do Espírito Santo. Somente através d'Ele é possível entender as coisas do Céu e os constantes sinais de Deus para com os homens. Rogo então a Deus, Pai da Glória, que conceda a vocês o Espírito Santo da Sabedoria e da Revelação, para bem o conhecerem. A brutalidade, a violência e o desamor afastam este entendimento. A misericórdia Divina não aceita como os homens fazem uso destes artifícios demoníacos e ignoram o amor Divino.”
“Somente Deus é poder, e é bom que reconheçam isto em suas vidas, para bem administrarem os bens terrenos, que por Sua vontade lhes foram entregues. Obedecendo a este princípio básico, reconhecerão a supremacia de Deus sobre as coisas da terra. Poderão, então, criar uma sociedade justa, estruturada e bem fundamentada no amor ao próximo.”

2007 @ Todos direitos reservados para o SIM-Serviço de Informação Mariana