Todos vós sois irmãos (Mateus 23,1-12)

Basílica de Lourdes, 26 de fevereiro de 2013

Naquele tempo, Jesus falou às multidões e aos seus discípulos e lhes disse: “Os mestres da lei e os fariseus têm autoridade para interpretar a lei de Moisés. Por isso, deveis fazer e observar tudo o que eles dizem. Mas não imiteis suas ações! Pois eles falam e não praticam. Amarram pesados fardos e os colocam nos ombros dos outros, mas eles mesmos não estão dispostos a movê-los nem sequer com um dedo. Fazem todas as suas ações só para serem vistos pelos outros. Eles usam faixas largas, com trechos da Escritura, na testa e nos braços e põem na roupa longas franjas. Gostam de lugar de honra nos banquetes e dos primeiros lugares nas sinagogas. Gostam de ser cumprimentados nas praças públicas e de serem chamados de mestre. Quanto a vós, nunca vos deixeis chamar de mestre, pois um só é vosso mestre e todos vós sois irmãos. Na terra, não chameis a ninguém de pai, pois um só é vosso Pai, aquele que está nos céus. Não deixeis que vos chamem de guias, pois um só é o vosso guia, Cristo. Pelo contrário, o maior dentre vós deve ser aquele que vos serve. Quem se exalta será humilhado, e quem se humilhar será exaltado”.

2007 @ Todos direitos reservados para o SIM-Serviço de Informação Mariana