oracoes-da-obra-missionaria

ORAÇÃO A DEUS PELAS CHUVAS E PELA PAZ

 

ORAÇÃO A DEUS PELAS CHUVAS E PELA PAZ

O risco atual que corre a humanidade, tanto no que diz respeito a um conflito mundial, cujas consequências seriam imprevisíveis, quanto à falta de chuva em muitos lugares e excesso noutros, trazendo perdas e sofrimentos a tantos, foi o motivo da formulação desta oração, incentivada pela Doce Senhora quando, interpelada por Raymundo Lopes se deveria ou não fazê-la, atendendo ao pedido que lhe fora feito, respondeu-lhe: “Sente-se ao computador e escreva”.
Reze-a com fé, o quanto puder, e divulgue-a.

 Pelas Chuvas


S
enhor Bom Deus, nossa ignorância sobre as coisas da natureza nos leva, às vezes, pedir o que não procede.
Não sabemos qual é a Tua soberana vontade, mas os reflexos do que observamos leva-nos a crer que existe algo errado naquilo que nos cerca.
Será que essa falta de chuvas nos locais vitais ao nosso desempenho quer nos indicar que, vindo do Senhor, nos mostra algo? Ou será que pedindo Tua interferência poderemos louvar Teu Santo Nome além de nossos parcos conhecimentos?
Ajuda-nos a compreender Teus sinais, e, se possível, faz chover onde é necessário à nossa sociedade, indica-nos o caminho a seguir, faze-nos conhecer o que pretendes, para não cairmos na tentação de solicitar-Te algo que ofende Tua vontade Divina. 

Pela Paz


S
enhor, através de Teu Filho Yeshua, fizeste-nos compreender que, batendo, Tuas portas Divinas estarão abertas. Estamos às portas de um grande conflito que, sem sombra de dúvida, Te ofende. Ajuda-nos, para que isso não se realize.
Faz os responsáveis entenderem que se isso vier à tona, refletirá o domínio diabólico, como aconteceu com duas (guerras) que a duras penas tentamos esquecer.
São feridas que estão sempre sangrando em nossos corações. Impede, para que isso não venha acontecer novamente, assim saberemos que Tua interferência Divina se fez presente, como um escudo contra o domínio do diabo.
Desculpa-nos importunar-Te com nossas mazelas, faze-nos compreender que Tua vontade é e será sempre soberana.
Amém!

2007 @ Todos direitos reservados para o SIM-Serviço de Informação Mariana