Cronicas de Raymundo Lopes
A graça de Jesus Cristo

Raymundo Lopes - 30 de outubro de 2012

a-graca-de-jesus-cristo-cronicas-de-Raymundo-Lopes

Você vai entender minha afirmação: graça é Cristo, porque Jesus, o Filho de Deus, assumiu a natureza humana para torná-la filha de Deus.
Jesus Cristo é o sinal do encontro entre Deus e os homens, porque Nele Deus desceu à humanidade e a humanidade subiu ao Pai. Primeiro Ele desceu até nós, para dar-nos a condição de subir até o Pai.
Cristo é o dom, a graça de Deus Pai, o maior de todos os nomes. São Paulo diz: “Deus o sobreexaltou grandemente e o agraciou com um nome que é sobre todo o nome”. De modo que ao nome de Jesus, se dobre todo o joelho dos seres celestes, dos terrestres e dos que vivem sob a terra. É para a glória de Deus, o Pai,  que toda a língua proclame: Jesus é Senhor.
Os entendidos em amor pensam que mesmo sem o pecado original Cristo teria vindo à terra; afirmam inclusive que se fosse para salvar uma pessoa apenas, você, Ele teria vindo e passado por tudo o que passou. Por amor, gratuitamente.
Na Carta aos Efésios é desenvolvida a ideia de Cristo reconduzindo o homem e o mundo de volta ao Paraíso.
Em todas as suas cartas, Paulo saúda os irmãos como se faz nas Missas: A graça de Jesus Cristo… É uma ideologia, é uma pessoa que propõe o seu modelo de vida, assim como no Paraíso foi proposto a Adão. Jesus Cristo é o libertador, porque nos libertou da escravidão do pecado, e nos libertou das consequências perniciosas de ser pecador.
Veja bem, Jesus lhe fornece condições de você ser um instrumento de libertação do pecado, é para a liberdade que Cristo nos libertou, use-a!!

2007 @ Todos direitos reservados para o SIM-Serviço de Informação Mariana